sábado, 21 de abril de 2018

U-Boat Captain Commander 1/9 scale - parte 4


Pintando as Partes



                 Quepe pintado numa madrugada de insônia...rsrsr  
        
iniciando a pintura da camisa

as linhas brancas

as linhas vermelhas



pintura da Jaqueta

Logo outras novidades...
Até o próximo post.
Forte Abraço!
Osmarjun

sábado, 14 de abril de 2018

OPERAÇÃO MARKET GARDEN (Histórias da Segunda Guerra Mundial)


Operação Market Garden

Foi uma operação militar aliada realizada durante a Segunda Guerra Mundial, entre os dias 17 e 25 de setembro de 1944. Seu objetivo tático era capturar uma série de pontes sobre os rios principais dos Países Baixos na Holanda ocupados pelos alemães. Para isso, foram utilizadas tropas paraquedistas em larga escala, em conjunto com um rápido avanço de unidades blindadas pelas estradas, a fim de atingir o propósito estratégico de permitir que os Aliados pudessem atravessar o Reno, a última grande barreira natural para um avanço sobre à Alemanha.


Pouco depois das 10:00h da manhã de um domingo, 17 de Setembro de 1944, decolaram de aeroportos dispersos por todo sul da Inglaterra a maior força de aviões de transporte de tropa, até então reunida para uma única operação. A sua fase aerotransportada (Market) da operação foi monumental: envolveu quase 5.000 aviões, de caça, bombardeiros e de transporte de pessoal e mais de 2.500 planadores, o qual seria um assalto diurno sem precedentes para as tropas paraquedistas. No solo, dispostos ao longo da fronteira belgo-holandesa, estavam as forças da fase terrestre (Garden) com colunas compactas de carros de combate do Segundo Exército Inglês. O plano ambicioso visava lançar velozmente a tropa e os blindados através da Holanda, transpor o Reno e invadir a própria Alemanha.


Inicialmente, a operação teve sucesso, com a conquista da ponte sobre o rio Waal em Nijmegen no dia 20 de setembro. Entretanto, acabou por ser uma falha geral devido à ponte de Arnhem, a última do Reno, não ter sido conquistada, e ao fato da Primeira Divisão Aerotransportada Britânica ter sido toda dizimada na batalha, apesar de terem suportado muito mais do que era estimado antes da implementação. O Reno permaneceria uma barreira ao avanço aliado até as Ofensivas Aliadas realizadas em março de 1945.

O General Montgomery contou com 3 Divisões Aerotransportadas: as 101ª e 82ª Divisões Americanas, a 1ª Divisão Aerotransportada Inglesa e uma Brigada Páraquedista Polonesa, somando mais de 41 mil paraquedistas (fora as tropas do solo). Os alemães tinham mais homens, provavelmente, mas suas forças estavam espalhadas por toda a região. Após Market Garden, a posição das linhas de batalha na Europa Ocidental permaneceram quase imutáveis até o final de 1944.

A Ação
A operação foi lançada com várias divisões de paraquedistas britânicos e americanos, cujo os objetivos eram tomar várias pontes e permitir o avanço das unidades blindadas para se consolidar ao norte de Arnhem, avançando pela Holanda. As principais pontes a serem tomadas estavam sobre os rios Mosa, Waal e o baixo Reno, cruzando também pequenos canais e afluentes.



Os avanços iniciais dos Aliados foram bem sucedidos. Várias pontes foram tomadas entre as cidades de Eindhoven e Nijmegen. O XXX Corpo do Exército Britânico teve seu avanço atrasado pois os paraquedistas tiveram dificuldades para tomar as pontes entre Son e Nijmegen. As forças alemãs explodiram as pontes sobre o canal de Wilhelmina antes de recuarem. A 101ª Divisão Aerotransportada do exército dos Estados Unidos então tomaram a região. Já a 82ª Divisão de paraquedistas britânicos fracassaram em tomar as passagens pelo rio Waal em Nijmegen antes de 20 de setembro de 1944, o que atrasou ainda mais os avanços das forças mecanizadas aliadas.
Prisioneiros alemães esperam para ser transferidos 
para a retaguarda, em Eindhoven.
No canto mais distante das operações paraquedistas Aliadas em Arnhem, a 1ª Divisão Aerotransportada Britânica encontrou forte resistência dos defensores alemães. O atraso dos Aliados em capturar as pontes, particularmente em Son e Nijmegen, deu tempo para o exército alemão, organizar suas linhas de defesa e mobilizarem mais homens e tanques e logo planejaram um contra-ataque. Na subsequente Batalha de Arnhem, os paraquedistas britânicos conseguiram conquistar o norte da cidade mas quando os reforços terrestres atrasaram, eles acabaram sendo sobrepujados pelos alemães a 21 de setembro. O que sobrou da 1ª Divisão Aerotransportada ficou presa em um pequeno bolsão a oeste da ponte da cidade, sendo evacuados apenas no dia 25.
 Tanque M10 atravessa a Ponte Bailey perto de Son

Infantaria britânica carregando barcos de assalto de madeira e lona 
que o 82º usaria para atravessar o Waal e tentar capturar a Ponte de Nijmegen.
 A Ponte em Arnehm e a dificuldade dos Aliados em tomá-la
foi a causa final do fracasso da Operação
Ponte de Arnhem em diferentes momentos 
da Batalha na cidade do mesmo nome
 James M. Gavin, Major-General, comandou o 82º Airborne 
que saltou sobre a Holanda durante a Operação Market Garden.

No final, os Aliados acabaram fracassando em estabelecer seus objetivos e cruzar o Rio Reno e as defesas alemãs no Norte e Oeste do seu país continuaram firmes e só cederiam por completo em março de 1945. O fracasso da Operação Market Garden acabou com as expectativas dos Aliados de tentar acabar com a guerra até o Natal de 1944.


NO CINEMA

 Se você gostou da História da OPERAÇÃO MARKET GARDEN
pode assistir ao filme:

"UMA PONTE LONGE DEMAIS (A BRIDGE TOO FAR)" 
uma adaptação da obra de Cornelius Ryan sobre o assunto:

O filme nesse link do Youtube com 
legendas em Português

O livro de Cornelius Ryan


Fonte: 

- Wikipedia
- Anotações e Pesquisas do Autor do Blog


Até o próximo Post.
Forte Abraço!
Osmarjun

sábado, 7 de abril de 2018

U-Boat Captain Commander 1/9 scale - parte 3

Início da Pintura da Face



aplicando a cor base depois do primer


o início da pintura da barba


No próximo post mais novidades...
Forte Abraço!
Osmarjun

sábado, 31 de março de 2018

U-Boat Captain Commander 1/9 scale - parte 2



Início do Trabalho 


fixando os pinos para início da pintura


furando a base para fixação do busto

peças no primer

Em breve nova atualização com o início da pintura
Forte abraço!
Osmarjun


sábado, 24 de março de 2018

U-Boat Captain Commander 1/9 scale - parte 1

U-Boat Captain Commander  1/9 scale


Pesquisa do Uniforme


01 – Túnica de oficiais com insígnias Kapitänleutnant
02 – Cruz de Cavaleiro da Cruz de Ferro
03 – Emblema da tripulação U-Boat
04 – Emblemas de flotilhas não oficial do 1 º e 9 º U-Boat
05 – Cigarros
06 – Quepe de oficiais Kriegsmarine
07 – Luvas de couro
08 –Farda de Batalha em Couro “U-Boot-Päckchen”
09 – Botas
10 – Relógio “Junghans”
11 – Binóculos Naval


KIT

Kit em resina com apenas 5 peças, bastante simples, mas rico em detalhes
tanto no quepe, quanto na túnica e binóculos



 base de madeira não acompanha o kit

Até o próximo post.
Forte Abraço!
Osmarjun


sábado, 17 de março de 2018

U-Boat Captain Commander

U-BOAT CAPTAIN COMMANDER


História


U-Boat ou U-boot tem origem na palavra alemã Unterseeboot 
(o que significa “barco debaixo d'água”)
Na Marinha Alemã havia o costume de nomear seus submarinos com “U” – e uma numeração.

Na língua alemã este termo serve para denominar qualquer submarino. Os principais alvos das campanhas dos U-Boats tanto na Primeira quanto na Segunda Guerra Mundial eram os navios cargueiros que faziam transportes de mercadoria dos Estados Unidos e Canadá para a Europa. Durante a Segunda Guerra Mundial, os submarinos alemães dominaram a batalha do Atlântico, 
que perdurou até à invasão da Europa. 

No início da guerra, e logo após a entrada dos Estados Unidos na guerra, os submarinos alemães 
eram temidos devidos sua eficácia no afundamento de navios Aliados, chegando próximo da costa atlântica dos EUA e até mesmo do Golfo do México.

Porém a melhoria das táticas dos comboios navais, tecnologias como o radar, sonar, cargas de profundidade, além da decodificação dos códigos da Enigma – máquina alemã que gerava 
mensagens codificadas – e a introdução da escolta aérea terminou com o domínio dos U-Boats, 
os temidos submarinos alemães.
 Seus Comandantes Capitães tornaram-se ícones e escreviam seus nomes na história alemã como "Grandes Heróis Nacionais"  na medida em que abatiam e registravam seus feitos principalmente contra os Grandes Comboios Aliados no Atlântico.


Os Três Maiores Comandantes Capitães de U-Boats foram:
Otto Kretschmer
Comandou: U35 - U23 - U99
Afundou: 46 navios
Tonelagem: 273.043
 Patrulhas: 16

Wolfgang Lüth
Comandou: U9 - U13 - U43 - U138 - U181
Afundou: 46 navios
Tonelagem: 225.204
 Patrulhas: 16

Erich Topp
Comandou: U57 - U552 - U2513 - U3010
Afundou: 35 navios
Tonelagem:197.460
Patrulhas: 13

Ao terminar a Segunda Guerra os alemães tinham sofrido 
a perda de 743 embarcações e cerca de 30.000 marinheiros.



Fonte de Pesquisa:

segundaguerra.net

Wikipedia

*Pesquisa e anotações  do autor do blog


No próximo post o início do trabalho
Forte Abraço!
Osmarjun